Labirinto no Museum of the Moving Image

photo-1

Nunca imaginei que este dia chegaria, mas ele chegou 🙂

Sou apaixonada pelo filme LABIRINTO desde 87 e, assisti pela primeira vez no cinema no domingo passado (1 de outubro) depois de ter assistido pelo menos umas 100 vezes em VHS e DVD. O filme conta a história da Sarah, uma adolescente que vive com o pai, a madrasta e o irmão pequeno. Numa noite, o pai sai com a madrasta e pede a ela para cuidar do irmão pequeno (Toby). A criança começa a chorar e ela, que parece que vive em um conto de fadas, decide falar as palavras mágicas que levariam o irmãozinho para longe dali. Ela fala e o menino simplesmente desaparece 😦 O restante do filme é a saga dela tentando trazer o irmão de volta são e salvo. O filme foi dirigido pelo Jim Henson e contou com o ator e cantor David Bowie (responsável por toda a trilha sonora do filme: escreveu e interpretou) e Jennifer Connelly como os atores principais.

O Museum of the Moving Image (que fica aqui no meu bairro) estava exibindo o filme no domingo passado, mas com um quê a mais: o museu receberia dois profissionais que participaram do filme: Brian and Wendy Froud, responsáveis pelos puppets e figurino do filme, que responderiam algumas perguntas da platéia e, depois autografariam um livro que eles estavam lançando sobre Fairies ❤

Só haviam duas crianças na platéia: Lukinha e uma menininha de uns 3 aninhos. Lukinha adoooora esse filme e, quando ele ouviu a música introdutória, começou a dançar na cadeira (sentadinho e comportado 🙂 ).

photo 1

Cadeiras posicionadas para o momento de conversa com os convidados

photo 3

Foi interessante saber que, pelo menos umas 20 pessoas que estavam no auditório estariam assistindo o filme pela primeira vez 🙂 Devo confessar que o filme começou e meus olhos começaram a se encher de água. Estar ali assistindo um filme que marcou a minha infância, com convidados especiais e ao lado do meu filho foi muita emoção para um coração só ❤ ❤ ❤

O filme terminou e, logo em seguida, a rodada de perguntas começou. Acabei não tirando foto porque não vi ninguém fazendo isso e fiquei meio sem graça de fazer. CLARO que algumas das perguntas foram sobre o David Bowie e, ouvi algumas pessoas comentando que foram na esperança de vê-lo na platéia, o que NÃO aconteceu 😦

O Brian Froud (foto abaixo) foi o profissional responsável pela criação dos puppets e pelo figurino. Ele começa contando como foi que surgiu a idéia do filme e de como foi a criação dos puppets criados especialmente para o filme.

 

photo-1

O Toby, bebezinho do filme, é o filho do casal 🙂 Para quem não lembra daquele bebezinho lindo, tirei essa foto do filme que está aqui passando enquanto eu escrevo o post e, está servindo para deixar o Lukinha quieto!

photo 3

A Wendy Froud (esposa do Brian e mãe do Toby) é super simpática e estava com um “figurino” bem interessante: ela colocou alguma coisa em alguns fios do cabelo e que ficavam brilhando cada vez que ela mexia a cabeça. Parecia uma personagem dos filmes que eles trabalham. Ela é conhecida não apenas por esse filme, mas principalmente pela criação do personagem Yoda (maior orgulho dela). Ela contou alguns detalhes do filme e de como foi difícil ajudar com o Toby (que, segundo ela, chegou a fazer xixi no David Bowie e começou a  andar durante as gravações). Segundo ela, o Toby já teve um Toby 🙂

photo 2 photo 1

Já nas perguntas finais, alguém da platéia citou a sequência do filme Labirinto (que essa semana foi noticiado como sendo algo já certo) e tanto o Brian como a Wendy falaram que não estão sabendo de nada e que deveria ser especulação. Fiquei um pouco na dúvida se eles estavam falando ou não a verdade. O negócio agora é esperar para ver se sai algo mais concreto na mídia.

A sessão de perguntas não foi muito longa e logo eles se dirigiram para o espaço no qual eles estariam autografando o livro deles. A fila não estava tão longa, mas como eles paravam para tirar foto e responder algumas perguntas, parece que foi uma eternidade.

photo 5

Os dois são muito simpáticos e, quando chegou a nossa vez, a Wendy ficou conversando com o Lukinha. Contei que eu era louca pelo filme e que o Lukinha também era. Lukinha confirmou e disse que também gostava do Michael Jackson…rs

Pedi para que autografassem em nome do Lukinha (Max) e assim foi. Por fim, pedi para tirar uma foto com eles.

n

Eu falei para a Wendy que o Lukinha sempre pergunta onde estava a mamãe do Toby e ela começou a contar para ele que o Toby era filho dos dois e que ela era a mamãe dele. Lukinha olhou pra ela e disse: “Owwwww, ok!”. Agora ele já fala que a Wendy é a mamãe do Toby ❤

photo 1 photo 2

Eu só não falei mais porque eu estava MUITO emocionada nesse momento. Eu fiquei gelada e, por alguns instantes, parecia que eu estava em 1987 e DENTRO do filme. Eu sei que isso parece doideira, mas quem é fã do filme vai entender o que eu estou falando 😉

Foi uma tarde ótima e espero que outras assim aconteçam com mais frequência em nossa vida 🙂

Para quem não conhece o filme, segue o link do trailer:

Essa é a música-tema do filme (uma das minhas músicas favoritas):

Eu acho que eu esqueci de comentar, mas o David Bowie e a Jennifer Connely moram em NY ❤ Segue a foto da Jennifer para, caso vocês se esbarrem na rua, você possa reconhecê-la 😉

Jennifer Connelly

Summer Movies em Nova York

O verão em NY é muito bem aproveitado pelos moradores e turistas: a cidade oferece uma gama de atrações e MUITAS DELAS são gratuitas. Uma das atrações disponíveis são os filmes nos parques: semanalmente, cada local apresenta a uma sessão gratuita de cinema ao ar livre. Um sonho, não é?

Eu já fui muito ao Bryant Park nestas sessões e ontem, pela primeira vez, eu fui ao parque mais perto de casa: o ASTORIA PARK. Vou contar um pouquinho como foi a minha experiência ❤

Todas as segundas-feiras, a partir das 20:30, começa a sessão de cinema. Ontem chegamos por volta das 19:00 e encontramos um volume considerável de pessoas dispostas pelo gramado. Preferimos ficar ao lado de uma árvore, pois estávamos com o carrinho grande do Lukinha e não queriamos tirar a visão de ninguém com ele.

10574284_1486514068261957_8518383401873099608_n

Antes de chegar ao parque, passamos em um supermercado e compramos coisas para comer: salgadinhos, sucos, a pipoca do Lukinha, etc. Lá no parque, vi famílias que chegaram a abrir uma mesa e colocar um monte de comida em cima dela. Muita gente preferiu levar pizza (era um tal de ver gente carregando as caixinhas para cima e para baixo). Posso garantir que ninguém morreu de fome.

Vimos muitas crianças e cachorros por lá. Lukinha chegou e logo foi brincar no parquinho a poucos metros de onde estávamos. Ele só voltou na hora em que o filme havia começado. Antes de ir brincar, é claro, decidiu abastecer o “barrigão”.

photo 5

Quando o Lukinha saiu, eu aproveitei para dar uma descansada e bater um papinho com o nosso hóspede. Sim, claro que convidamos ele para ir conosco. Pergunta se ele gostou…AMOU!!! Ah, também aproveitei para tirar umas fotos do parque.

Lukinha vai passear e a gente tenta descansar um pouquinho até a ferinha retornar 😉

photo 3

photo 2

photo 4

O filme que estava passando era um beeeeeem velhinho chamado DIRTY DANCING. Tenho que confessar que é um dos meus filmes preferidos e que eu estava muito emocionada em assisti-lo assim, ao ar livre, pela 265344253 vez 🙂 Acabei me lembrando bastante da minha adolescência e do quanto era bom assistir a este filme rodeada de amigos.

Bom, o filme começou e o local estava LOTADO!!! Eu não sei de onde saiu tanta gente. Vale ressaltar que o local estava sendo vigiado por policiais atentos dos dois lados. Até a hora que eu estive por lá não vi nenhum incidente. O mais importante destacar aqui é que nestes eventos é PROIBIDO BEBIDA ALCÓOLICA. Essa proibição fez com que eu ficasse mais tranquila em levar o Lukinha. Também não vi ninguém fumando ou usando drogas. Estava um ambiente bem familiar e a platéia estava bem animada. A primeira cena em que o Patrick Swayze entra… a platéia foi ao delírio e aplaudiu. Senti como se estivesse no teatro. As cenas engraçadas também tiravam gargalhadas da platéia. Tinha um grupo de senhoras que estavam muito animadas e na cena em que o Patrick Swayze aparece sem camisa, uma deles soltou um gritinho tão alto que a platéia riu DELA…rs

Para mim, foi tudo um momento mágico, pois foi um passeio despretensioso, barato e que todos aproveitaram. Infelizmente, não fiquei até o final (a melhor parte do filme), pois o Lukinha pegou no sono faltando uns 25 minutos para o final e eu fiquei com dó dele. Isso porque ele costuma dormir perto da meia-noite e ainda era 21:35. Lei de Murphy ao cubo!!!!

Vários parques oferecem filmes e para saber a programação do seu parque preferido, é só clicar neste site, pois eles tem uma lista de filmes com datas e locais: www.nycgo.com

Caso não encontre o local desejado, é só buscar no google o nome do local e as palavras “summer movies NY”. Tenho certeza que dentro das várias opções, alguma agradará 😉

Como o próprio nome diz, esses filmes só são exibidos durante o verão. Mas não se preocupe, nas outras estações do ano há atrações bacanas também 🙂

E você, já assistiu a estes filmes? Gostou? Conta aqui para a gente 😉

Dica de NY: filmagem nas ruas

Adoro filmes e seriados! Assistir filmes é um dos meus hobbies e, por acaso, eu moro numa das cidades onde mais se gravam filmes. Não é nada difícil você andar pela cidade e esbarrar em alguém filmando alguma coisa. Eu sempre fico de olho quando vejo caminhões estacionados na rua. Geralmente eles são enormes e ficam estacionados um atrás do outro. Além disso, outra forma de você saber se haverá ou não alguma gravação são estes informes coloridos que são pregados nos postes. Toda vez que eu vejo esses papéis coloridos pela rua eu sei que vem coisa boa por ai 😉 Muitas vezes eles são de outras cores (já vi amarelo e verde), mas o preenchimento é sempre do mesmo jeito

 

1417779_1425107847735913_261892610_o

Estes avisos servem para informar a população da vizinhança de que ocorrerão filmagens nas ruas. Além disso, eles servem para avisar aos motoristas que o carro deles não pode ficar estacionado naquela rua (se não tirar o carro ele é guinchado). No caso desse aviso da foto, foi pedido para que os motoristas tirassem o carro até as 20h do dia anterior à gravação, já que muitas vezes as gravações começam de madrugada ainda. Dependendo do que está sendo gravado, a gravação pode começar as 6:00 a.m e seguir até as 22:00, por exemplo.

No caso desse aviso da foto, a gravação era do seriado LAW & ORDER: SUV. Já tivemos aqui várias gravações, como THE ELEMENTARY, ORANGE IS THE NEW BLACK, 30 ROCK, etc.

É possível assistir de longe a gravação e NÃO É RARO convidarem pessoas que estão assistindo para participarem como figurantes. Eu mesma participei de uma gravação em 2005, lá perto do Lincoln Center (Manhattan), do seriado EVERWOOD (para quem não lembra dessa série, está aqui as informações: http://www.imdb.com/title/tt0318883)

A experiência é muito bacana e eu recomendo 🙂

E você, já esbarrou em alguma filmagem aqui por NY?! Conta aqui pra gente 🙂