Minha Experiência em Astoria, Queens by Cynthia Campello

Olá Pessoal,

Hoje teremos mais um post escrito por um convidada nossa. Conheci a Cynthia através da nossa página no facebook (http://www.facebook.com/viajantesemmala) e finalmente nos conhecemos pessoalmente neste dia em que ela veio nos visitar em Astoria (quem lê deve ter a sensação de que ela teve que “viajar” de Manhattan até aqui…rs). Gente, não é assim 😉 Espero que vocês curtam mais esse post. O texto está na íntegra.

“Oieee galera que acompanha o Viajante Sem Mala! Tudo bem com vocês?

Hoje eu vim contar um pouquinho de como foi conhecer Astoria com a querida da Cris, e é claro, com o icônico Lukinha.

Sempre muito solícita, a Cris topou marcar um lanche comigo pra gente se conhecer e conversar um pouco. Aproveitei a oportunidade pra conhecer um pouquinho do Queens, local que eu nunca tinha ido. O motivo? Um amigo meu lá de Nova York tinha me dito pra não ir para lá porque era muito perigoso.

Só que ele estava falando de Jamaica, região bem afastada, quase lá no JFK. E eu pude atestar com os meus próprios olhos que Astoria é além de muito segura, uma região bem familiar e tranquila. Como a Cris diz, parece um interiorzinho.

Sai de Manhattan na linha R rumo à estação Steinway. Como a Cris estava trabalhando, ela me recomendou descer por lá e curtir um pouco do comércio de Astoriaenquanto ela ia chegando. E devo dizer que NUNCA MAIS COMPRO ALGUMA COISA EM MANHATTAN ANTES DE CONFERIR EM ASTORIA! Gente, a diferença de preços é ABSURDA, até em farmácias como a CVS e a Duane Reade.

Depois de comprar uns quilos de shampoos e máscaras de cabelo, continuei andando e deparei-me com a Victoria’sSecret, totalmente cheia de promoções, e vazia! Uma das vantagens de fazer compra na área é que é super tranquilo, sem aquela quantidade imensa de gente, então você pode fazer as compras com mais calma. Virei fã de Astoria!

Curtindo o climinha do bairro, com seus tijolinhos típicos de NY em todos os prédios, lojinhas coladas umas nas outras e vendedores super educados e solícitos, continuei a minha andança até encontrar com a Cris e o Lukinha no Burger King. E gente, fiquei chocada com a educação do Lukinha, um gentleman! Logo pediu para carregar uma das minhas sacolas e me ajudar 😉

Comemos o nosso lanche, conversamos bastante, e eu pude curtir não só a atmosfera do bairro, como observar as pessoas como uma “outsider”. O povo é bem tranquilão, diferente da agitação de NY. Um excelente lugar pra se hospedar, pois com toda a agitação de Manhattan a gente as vezes não consegue desligar, o que pode comprometer o resto da viagem porque você acaba não relaxando, fica sempre uma pilha (o meu caso, hehe).

E outra, é realmente um mito que Astoria é longe de Manhattan! Peguei o metrô na Times Square e levei apenas 15 minutos pra chegar lá. Isso se levei 15 minutos! Nem deu tempo de dar aquela cochilada básica hehe.

Depois do lanche, saímos de novo pra andar um pouco na Steinway e passamos na biblioteca para a Cris entregar uns livros. Aí eu fiquei chocada de novo, porque quem é que lê livro em biblioteca no Brasil nos dias de hoje né? Pelo menos na minha cidade, não existe nenhuma biblioteca, e quando existe, tem um acervo bem defasado e em más condições. A biblioteca era linda, super moderna e lotada de gente! Muitos livros e FILMES, desde os clássicos até os atuais! Chega bateu a saudade de NY já naquele instante, porque quem me dera ir toda semana num local como esse pra me divertir.

Ah, e uma coisa super bonitinha que aconteceu um pouco antes de chegamos na biblioteca: A Cris me levou em uma loja de souvenirs super baratinha e enquanto eu comprava, o Lukinha ficou olhando os bonequinhos que lhe agradavam. Depois de sairmos da loja, uns 3 quarteirões depois, o Lukinha insistiu que tinha esquecido o bonequinho que tinha ganho no Burger King lá na loja. Ficamos meio sem fé achando que ele poderia ter deixado cair em outro lugar, mas ele insistiu e nós voltamos lá. Acreditam que o boneco estava no EXATO LUGAR que ele estava descrevendo? Ele é muito inteligente, uma fofura! Fiquei muito apaixonada por esse pequeno. Além de inteligente, super educadinho. Que saudades.

 

IMG_6888

 

Tive que ir embora para arrumar as minhas malas, mas um pouquinho do meu coração ficou com os dois. Muito obrigada pelo passeio incrível e pela atenção. Já estou com saudades e certamente voltarei à Astoria não só para umas comprinhas mais baratinhas, como também pra visitar esses dois fofos que me trataram com todo o carinho!”


Cynthia Campello

 

Gostaram? Eu adorei! Foi um prazer enorme conhecê-la e o Lukinha adorou a nova tia dele 🙂 ❤

Para quem quiser conhecer um pouquinho mais da Cynthia, pode seguir o blog dela: https://blogdacyn.wordpress.com/author/cynthiacampello/

Advertisements

6 thoughts on “Minha Experiência em Astoria, Queens by Cynthia Campello

  1. Nossa, Cris parece ser uma pessoa incrível. Ontem Li um post da GABY falando sobre a experiência na sua casa. Reconheci por seu nome e pelo no de seu filho, “Lukinha”. Cris, estou preparando um intercâmbio para os EUA e NY é um destino perfeito pra mim, vou passar 4 semanas estudando inglês, a partir de 18/01/16, estou preocupada com o fato da escola de inglês me enviar para uma Casa de Família qualquer. Você teria alguma dica pra me dar? A proposito, você ainda aluga quarto na sua casa 🙂 ? ou tem alguém para me indicar?

    Liked by 1 person

  2. Oi Cris, pesquisando sobre o Queens, descobri dicas de onde ficar e seu nome, é claro, apareceu em vários comentários! Vc ainda aluga quarto?? Irei viajar com minha filha de 14 anos, será o presente de 15 anos dela,rsrs e ficaremos de 5dez a 12 dez em NY! Se existe essa possibilidade, vc pode entrar em contato comigo! Obrigada,

    Liked by 1 person

  3. Oi Cris, vc ainda aluga quarto? Vou viajar em dez de 5 a 13, com minha filha de 14 anos! Será presente de 15 anos e li muita gente recomendado a estadia!! Vc pode entrar em contato comigo? Obrigada

    Liked by 1 person

  4. Vou contar sobre a minha experiencia de hospedagem, fiquei 4 dias com essa familia maravilhosa e totalmente do bem, a Cris e uma pessoa incrivel que vou carregar dentro do meu coracao pra sempre, o esposo Uka e um homem muito bom e receptivo, agora vou falar do meu grande amor, Max Lucca ….Luquinhas..ahhhhh esse eu nao tenho palavras pra dizer, a saudade do meus filhos muitas vezes foi suprida por esse anjo que tive o prazer de conhecer, jamais vou esquecer do tratamento que recebi e do carinho que me foi dado..Luquinhas a titia esta com muitas saudades 😍😍😍😍😍 beijos a todos
    — sentindo-se agradecida.

    Liked by 1 person

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s