Dica de Compra: IKEA em Nova York

Red-Hook-Ikea-Solar-Power-1-537x358

(Fonte: google.com)

 

Olá Pessoal!

Hoje cedo assisti a este vídeo de um pai que tinha a missão de construir a cama mais legal do mundo para o filho e, CLARO, ele escolheu o material da IKEA para construir.

Para que eu não esqueça, segue o link do vídeo (eu adorei a cama do menino. Se ele não gostou, vou pedir para mandar para mim que estou super aceitando…rs):

http://www.todaysparent.com/blogs/tp-loves/his-son-didnt-want-a-big-boy-bed-so-this-dad-built-him-the-coolest-bed-ever/

A partir daí, tive a idéia de escrever um post sobre uma loja que eu adoro e do qual eu vejo pouca divulgação entre os turistas brasileiros: a IKEA. Para quem é fanático pela série FRIENDS, no episódio onde a Rachel vai fazer massagem e encontra a Phoebe como massagista, o nome IKEA é por causa da loja ❤ Para relembrar o episódio, segue o link:

Eu sugiro a ida a esta loja para aquelas pessoas que JÁ CONHECEM NY e/ou para aquelas pessoas que vão casar e querem comprar produtos baratos para a sua casa 😉

Meu apê é constituído de, pelo menos uns 50% de coisas da IKEA. Prometo que venho no fim de semana atualizar o post com as fotos dos produtos que eu tenho aqui em casa!

Vamos lá então para os meus comentários sobre a IKEA. Ela é uma loja de móveis sueca, que tem como objetivo vender móveis fáceis de montar e que caibam em locais pequenos 🙂 Na verdade, não é assim que eles se definem, mas é assim que eu os vejo…rs

A loja de NY fica no Brooklyn (em Red Hook) e o acesso pode ser de carro, barco (essa é a forma que eu mais gosto de utilizar) e metrô (eles disponibilizam um shuttle no metrô para facilitar a vida dos clientes).

A loja é ENORME e tem de um tudo para casa. O que eu mais adoro é ver os stands (não lembro se essa é a palavra certa em português), onde eles dão sugestões para montar quarto, sala, banheiro, cozinha, etc. Eu adoro passar hoooooras nessa loja vasculhando tudo. Eles mudam esses stands DUAS vezes ao ano, mas não vou mentir que posso ir várias vezes no mesmo stand e sempre achar coisas novas (ou melhor, coisas que eu não havia percebido em outras visitas).

Claro que depois de andar por aquela loja gigante dá uma fome na gente e nós SEMPRE fazemos uma refeição por lá. Você pode comer no restaurante deles que fica no primeiro andar ou fazer um lanchinho na lanchonete que fica no térreo. Vale ressaltar que o preço das refeições é ótimo e é possível, dependendo de onde você sentar, ficar apreciando a estátua da liberdade ❤ Caso você tenha gostado de algo em especial, eles possuem uma lojinha no térreo que vende comida sueca. Eu sempre trago para casa os chocolates (a barra custa U$1.00) e alguma bolachinha diferente.

A IKEA fica super lotada de final de semana (pois muita gente vai só para almoçar lá) e, por causa disso, eu sugiro uma visita durante a semana.

As minhas clientes do amiga de aluguel que já foram lá comigo AMARAM! (pelo menos foi o que elas me disseram 🙂 ).

Para saber mais informações sobre a loja, é só ir até http://www.ikea.com. Lá você pode escolher a loja que fica no país no qual você irá visitar. Para NY, escolha BROOKLYN.

E vocês, já conhecem essa loja? Gostam? Não? Deixem aqui o seu comentário.

Vejo vocês no próximo post! Byeeeeeee

 

Opção de Transporte para o LaGuardia Airport

Olá Pessoal!

Sempre vejo essa dúvida nos grupos que tratam de viagens e decidi postá-la aqui. Espero que seja de serventia. Vou explicar sobre como pegar o ônibus M60, que leva os passageiros até o aeroporto LaGuardia (não confundir com o de NEWARK, que fica em NJ).

É possível pegar esse ônibus no Harlem, mas a grande maioria das pessoas acabam pegando ele no ponto que fica logo abaixo da estação ASTORIA BOULEVARD.

Aqui vai a explicação de como chegar até a parada dele no Queens: pegue o metrô N ou Q (linha amarela) sentido UPTOWN/QUEENS (o Q não funciona de sábado e domingo). Descer na penúltima parada da linha – ASTORIA BOULEVARD. Sair na direção do BURGER KING (ela fica na esquina e é grande – a visualização é fácil). Desça a escada do lado direito e se dirija ao ponto de ônibus.

Aqui em NY não é preciso esticar os braços para o ônibus parar: ele parará sempre que alguém estiver no ponto 😉

Neste link abaixo tem o itinerário do ônibus:

http://web.mta.info/nyct/sbs/M60LaGuardiaAirportHarlem/index.html

ANTES de entrar no ônibus, é preciso pagar. O pagamento pode ser feito através de duas máquinas. Você só usará uma, mas tudo depende de como você pagará – metrocard ou dinheiro (moeda). No link está bem explicado. Para quem não entende inglês, aqui vai a explicação (não há mistério nenhum): estas duas máquinas estarão em todos os pontos de ônibus que atendem o M60. A máquina esquerda é para o pagamento com o metrocard ilimitado ou o metrocard com crédito. Para quem for usar o bilhete ilimitado, a viagem sai de graça (se o bilhete ainda estiver funcionando com os 7 dias dele) e se for com crédito, a máquina debitará U$2.75 de cada pessoa.

O procedimento é o seguinte:

1) Aperte o botão que está na parte AZUL onde diz (PUSH TO START).

2) Depois, coloque o metrocard como indicado na parte AMARELA. Ela engolirá o bilhete, fará a leitura e o devolverá.

3) Por fim, na parte VERMELHA, sairá o recibo. Preste muita atenção: é preciso que você PUXE o recibo, pois ele sairá só a pontinha. Já vi gente fazer todo o procedimento e sair sem pegar o recibo. NÃO PODE! Guarde o recibo em um local seguro (não é preciso que ele esteja junto com o metrocard).

1782111_1451317635114934_5740119264117525713_n

Em algumas paradas, os fiscais entram e pedem para olhar o recibo. Eu já vi VÁRIAS pessoas descerem porque não tinham o recibo (mesmo mostrando que tinham um metrocard). Os fiscais não querem saber se você sabia ou não. Uma vez, fiz uma viagem do Harlem até o LaGuardia e os fiscais entraram em QUATRO pontos diferentes. Eles entram para fazer a vistoria e depois saem do ônibus.

Mais um ponto importante: o ônibus é bem grande (aquele tipo sanfona) e há espaços reservados para as malas. Do LaGuardia também é possível pegar um ônibus para o JFK e para o aeroporto de Newark 😉

Não falei que era fácil?! 😉

Vejo vocês no próximo post 🙂