Post de Convidada: A Experiência da Entrevista para o Visto O-3

dhsLogo

Olá Pessoal!

Convidamos a querida Nayara para escrever sobre a experiência dela na entrevista do visto O-3. A entrevista dela foi beeeemmm mais fácil que a minha e eu acredito que o motivo deva ser o sponsor do marido dela 😉 Fiquei feliz por eles e agradeço-a por ter tirado um pouquinho do seu tempo para escrever.

Vamos ao post! 🙂

Olá pessoal, olha eu de novo escrevendo para o Blog Viajante sem mala, mais uma vez a convite da Cris!!

Bom, hoje vou contar para vocês um pouquinho da minha experiência com o visto 03 que é concedido para família/cônjuge/filho de 01. Ano passado meu marido conseguiu o visto 01, mas como estávamos com pressa, apenas ele tirou o visto: eu e meu filho continuamos com o B2. Assim que meu marido conseguiu o visto, já embarcou para Las Vegas; eu e o Davi fomos depois.

Ficamos por 6 meses em Las Vegas, que é o tempo máximo para o visto de turista. Nosso tempo venceu em maio e voltamos para o Brasil. Lá, começamos a dar entrada no nosso 03. No início, achamos que teríamos que entrar com outro processo com o advogado para conseguir a permissão do governo americano, mas pesquisamos e descobrimos que conseguiríamos fazer por nós mesmos.

Começamos a maratona de preencher o DS160, meu Deus, porque inventaram isso? Pensa em um questionário chato? Pois é, esse é o DS160! Você precisa ter uma atenção gigante para preencher, pois qualquer erro o processo do visto demora 2x mais. Ainda no DS, em um momento do preenchimento eu precisei colocar o número da petição do meu marido, esse número é o que comprova que o 01 foi realmente aprovado e esse número quem emite é o governo americano. No final do questionário, o site emite um código que você precisa guardar, pois ira usá-lo para agendar sua entrevista consular e CASV.

No site de agendamento, você faz um cadastro para conseguir acessar sua conta. Depois disso, você consegue junto com o número do DS ter acesso às suas informações. Antes de conseguir agendar suas entrevistas, você precisará efetuar o pagamento da taxa consular. Para quem está tirando o visto 03 o assunto muda, pois ao invés de você pagar $160,00, você paga $180,00! É uma facada no core minha gente, mas fazer o que? Eles querem ganhar em cima de nós, pobres mortais que querem viajar para a terra do Tio San e não ter que voltar á cada 6 meses para o Brasil. No meu caso, o pagamento foi por boleto bancário, o meu e do meu filho ficou em torno de R$1700,00.

Imaginei que por ser boleto demoraria em torno de 4/5 dias para o pagamento cair e assim eu conseguir agendar, mas no outro dia ás 8:00 da manhã já estava disponível o agendamento; disso não dá pra reclamar, os gringos são rápidos quando o assunto é money! Haha Era terça-feira e já tinha horário disponível para o próximo dia na sede de São Paulo. Como minha cidade natal é interior, é +/- 3 horas de SP, preferi agendar para quinta e sexta.

Cheguei no CASV na quinta-feira 1 hora antes do meu horário. No papel de agendamento diz para você chegar no horário, mas como não pegamos trânsito, chegamos adiantados: cheguei e já entrei, tiramos foto, e fizemos o escaneamento das digitais. Todo esse processo não demorou mais que 10 minutos; moral da história: demorou mais pra limpar o peixe do que pra comê-lo. 🙄

Na sexta-feira era a entrevista. Fui chegando no consulado e o pânico foi tomando conta, não adianta gente, é igual andar de avião, você pode ter viajado 1000x, aquela dormência nas pernas e o gelo no estômago, permanecem. É de praxe!. Entrei no consulado apenas com meus documentos, não pode celular, não pode fone de ouvido e nem guarda-chuva (tinha um tiozinho tirando proveito disso, ele estava levando embora uns 10 😂). Passei pela revista e RX de roupas e sapatos, e já fui para uma fila com um dos agentes. Como meu visto é menos requisitado, a fila era mínima.

Chegou minha vez, a pessoa que me atendeu era Brasileira, não fez quase nenhuma pergunta, checou os documentos e pediu pra eu me dirigir a fila do lado, que a entrevista seria ali; chegou minha vez, e eu não lembrava mais nem meu nome. O agente consular agora era americano, me deu bom dia e perguntou meu nome, tudo em português, eu respondi e tentei não gaguejar, acreditem em mim, isso é uma proeza que poucos conseguem hahaha. Então, ele disse que precisaríamos conversar mais e em inglês, se para mim estava tudo bem. Eu disse que sim e então começamos a conversar. Ele perguntou sobre o trabalho do Vinicius, há quanto tempo éramos casados, se pretendíamos ter filhos nos EUA e sobre o trabalho do Vinicius. Foi uma entrevista super tranquila, o agente foi super educado e não dificultou em nada. Ele disse que meu visto tinha sido aprovado (eu só queria atravessar o vidro e dar um abraço no agente, mas me contive) e que eu precisaria pagar mais uma taxa de $40,00 dólares para cada visto solicitado, então daria $80,00 dólares, em real 320,00. Como eu não tinha entrado com carteira, pois não sabia da existência dessa taxa, ele me deu um papel para que eu conseguisse voltar para o consulado e concluir minha entrevista, sai, peguei minha carteira com os cartões, cheguei no banco do consulado para pagar; 1º Eles não aceitam cartão de débito brasileiro, apenas crédito. 2º Eles aceitam cartão internacional de débito e crédito, mas não aceitavam meu banco. (Valeu Wells Fargo 👍🏻). Sai novamente do consulado já com a ideia de ir ao banco e sacar o dinheiro, mas com a sorte que eu quase nunca tenho, meu cunhado tinha a quantia e me emprestou eeee 🎉( Família é TUDO!), voltei, paguei e já fui para o guichê concluir minha entrevista; mais uma vez escutei a frase linda “Seu visto foi aprovado, boa estadia em nosso país”.

Ah gringos, vocês sabem ser simpáticos, só se esforçarem como essa agente consular❤️ Quando fiz o agendamento da entrevista e do CASV, escolhi que nosso passaporte viesse pelo correio, pois ainda era maio e eu só viajaria em julho, e como os trâmites foram super rápidos, optei por me poupar e não viajar pela 3ª vez até SP. Quando foi quarta-feira da semana seguinte, nosso passaporte chegou até nossa casa; SIIIM, apenas 4 dias contando o final de semana, e nosso passaporte com o nosso visto novo já estavam em mãos.

A nossa experiência com a troca de visto foi muito boa, por todos os departamentos que passamos, todas as pessoas eram super bem treinadas e gentis. E chegou ao fim a nossa saga do visto 03!

Espero que tenham gostado, deixem suas perguntas e continuem acompanhando o blog! Vejo vocês na próxima! Beijos Nayara Moraes.

Agora sou eu que digo: vejo vocês no próximo post! 😉 Byyyeeeeeeee

Advertisements

One thought on “Post de Convidada: A Experiência da Entrevista para o Visto O-3

  1. Oi Nayara! Que bom que seu processo deu certo! Me tira uma dúvida, eles explicaram alguma coisa sobre essa validade do visto de 3 meses (para saída do país)? Isso ainda procede ou, por acaso, já evoluimos nesse sentido? Rsrs Procurei inclusive no site do consulado e a única informação que tem é sobre a validade de 3 anos. Obrigada!!! Sucesso pra vcs!

    Liked by 1 person

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s