Brasileiros em Las Vegas, por Nayara M.

Olá Pessoal!

Hoje temos uma convidada especial: a Nayara M. Ela nos conheceu através do blog e, gentilmente, aceitou o convite que eu fiz para contar um pouco da experiência dela de morar nos EUA, mais precisamente em Las Vegas, também conhecida como: SIN CITY (a cidade do pecado 🙂 ).

“Meu nome é Nayara, tenho 26 anos, sou casada e mãe do Davi! Bom, primeiramente, obrigada por estarem lendo meu post, escrevo com o maior carinho do mundo. E segundo, obrigada Cris pelo convite, ficamos muito felizes!

Começamos a viajar para fora do Brasil há 3 anos, o Davi ainda era um bebê de 6 meses: fomos para Chicago por 3 meses, Boston por 4 e fizemos dois cruzeiros com a companhia que meu marido trabalha por 2 meses cada. Há 5 meses estamos em Las Vegas, e ao que tudo indica, é o nosso destino final (pelo menos pelos próximos 2, 3 anos).

Quando o Vinicius recebeu a proposta de trabalhar aqui, casino e luzes foram as primeiras palavras que vieram em nossas cabeças. Como assim? Criar uma criança de 3 anos em Las Vegas?? Las Vegas mesmo, a cidade da bebedeira, promiscuidade e stripers! HAHAHAH sim, foi o que eu pensei! Esse pânico tomou conta de mim por 2 meses antes de viajarmos, pois agora estávamos de mudança mesmo!

O Vinicius veio primeiro para ajeitar as coisas, e eu e o Davi depois de 1 mês. A primeira impressão ao pisar no aeroporto Maccarran aqui de Las Vegas foi a de você estar em um filme: assim que você sai do avião já se depara com MUITAS máquinas de caça níquel. É um mini casino dentro do aeroporto. É interessante à primeira vista, mas aquele filme de você perdendo a casa e os filhos para a máquina já me deixa bem esperta e eu passo longe! Rs

Vindo para a nossa casa passamos pela famosa Strip: essa é a rua mais famosa de Las Vegas, onde você encontra os luxuosos e mais badalados casinos e as lojas mais famosas daqui. Na Strip, você viaja da China à França e consegue dar uma paradinha em Nova York e Veneza em minutos, pois a maioria dos casinos são temáticos. É impressionante, mas as luzes dessa rua ficam ligadas 24 horas por dia. Passamos por lá por volta das 13:00 e estava tudo aceso: as calçadas, ruas e lojas lotadas de turistas; foi amor à primeira vista, pois eu adoro povão e movimento.

Passando pela Strip e vindo sentido bairro, as luzes foram ficando para trás, os prédios se transformando em casas e as limousines em carros de família. Foi um susto, pois para mim, Las Vegas inteira era assim, e foi ai que eu percebi que existe vida fora da Strip e existe um lugar muito bom para se criar filhos (YES!!!!!). No inicio eu ia para a Strip pelo menos 1 vez por semana, adorava aquela movimentação toda, mas agora a fase turista já passou, eu fujo de lá por conta do trânsito; mas ainda assim, continua sendo um lugar que gosto de ir para passear.

Com o tempo fomos conhecendo a cidade, descobrimos que aqui existe muita coisa legal para criança; inclusive, como o verão aqui é muito quente, a maioria dos parques infantis que encontramos possuem um espaço para brincadeiras com esguichos e jatos de água saindo do chão, é muito legal! Como aqui em Vegas tem muito mexicano a variedade de restaurante e supermercados desse gênero é gigantesca, e como brasileiro sofre longe do arroz com feijão, nesses estabelecimentos conseguimos encontrar esse tipo de comida com muita facilidade.

Se você for vir para Vegas e não quer gastar muito, uma opção deliciosa para se fazer com a família ou até mesmo a dois, é ir assistir a “Dança das Águas” no casino Bellagio. Ela acontece a cada 30 minutos, 24 horas por dia e é totalmente gratuita. É deslumbrante e vale muito á pena.

Aqui do ladinho de Las Vegas, tem um lugar que se chama Mount Charleston. Por incrível que pareça, no inverno lá neva MUITO; então se você for vir entre os meses de Dezembro e Fevereiro, aconselho a ir ao Mount e ficar pelo menos uma noite. As pernoites não passam de $99,00 o casal, os chalés são super aconchegantes e a vista nessa época do ano é maravilhosa.

Para quem tem disponibilidade de tempo, vale também ir até o Grand Canyon: ele fica á 4 horas de Las Vegas; é só alugar um carro ou ir de excursão que custa $74,00. A vista é fascinante, os hotéis de lá variam entre $90 e $130 (os de dentro da reserva), mas caso você tenha um espirito aventureiro e goste de acampar, também é uma opção e você paga apenas $15. A vista do nascer e pôr do sol é de tirar o fôlego!

Ah, outra coisa legal de Vegas é que as taxas aqui para compras seja de cosméticos ou roupas é a menor dos Estados Unidos: então você consegue comprar mais e pagar menos!

Bom pessoal, foi maravilhoso contar um pouquinho da minha experiência morando há apenas 5 meses aqui. É uma cidade muito acolhedora longe da Strip, claro que nada supre o nosso Brasil e a receptividade que nós brasileiros temos, mas digo com toda a certeza desse mundo, que hoje sou feliz por conseguir fazer com que meu filho cresça aqui. Mesmo a saudade da família sendo grande, fizemos uma escolha maravilhosa para a vida dele.

Obrigada pessoal! Vejo vocês em uma próxima oportunidade! Até mais! Beijos Nayara M”.

Obrigada, querida Nayara, pela gentileza de escrever esse post contando um pouco da sua “vida americana”.

Aqui vai um pouquinho do registro da Nayara de sua vida pelos EUA:

12493797_10201215456546329_8649436197708911870_o 12496481_10205621360947688_4197274290457627641_o 12973042_10206233740616797_9200719290557175420_o

Vejo vocês no próximo post! Byyyeeeee

FACEBOOK: http://www.facebook.com/viajantesemmala

INSTAGRAM: @viajantesemmala

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s