Qual é o Seu Nome?!

 

Olá Pessoal!

Uma coisa que sempre me deixou um pouco “sem jeito” aqui nos EUA foi essa questão da pessoa ser conhecida pelo sobrenome. E olha, aquilo que você aprende nos livros de inglês sobre a frequência de se usar o sobrenome é o que acontece. E vou contar para vocês a coisa que eu acho mais incômoda nisso tudo: nome de professor.

Gente, meu filho passou o primeiro ano de escola com uma professora e eu nunca fiquei sabendo o primeiro nome dela. Aqui, as crianças não chamam “Tia Fulana” (usando o primeiro nome). É SENHORA ou SENHORITA X (se usa o SOBRENOME e não o primeiro nome). E isso até com as crianças bem pequenas (como é o caso do meu filho, que entrou na escola com 4 anos).

Semana passada, fui comprar um livro online para o meu filho e tinha que colocar o nome da professora. Foi só nesse dia que eu fiquei sabendo o nome dela, ou melhor, o primeiro nome dela 🙂 Aí, já aproveitei e busquei o primeiro nome da primeira professora do meu filho…rs.

Eu posso estar errada, mas aquela pessoa que cuida do nosso filho muitas horas, deveria considerar-se mais íntima dos pais. Não sei se é porque estou pensando com a cabeça de brasileiro, mas eu gostaria SIM de chamá-la pelo primeiro nome ❤

Essa experiência de chamar a professora de TIA, meu filho não vai ter. Aliás, ele diz que elas não gostam nem que chamem por TEACHER, já que elas têm um nome 🙂

Quando estiver nos EUA e alguém perguntar o seu nome, você dirá o seu nome todo e, caso a pessoa tenha conseguido entender (hahahaha), ela provavelmente vai te chamar pelo sobrenome (dependendo do grau de intimidade de vocês).

Acho muuuuito estranho meus pacientes ficarem me tratando também pelo meu sobrenome. Ainda não me acostumei. Mas, hey! Quem sou eu para ficar questionando essa cultura que eu escolhi para ser minha pelo resto da minha vida 😉

Vejo vocês no próximo post! Byyyeeeeee

http://www.facebook.com/viajantesemmala

http://www.instagram.com/viajantesemmala   (@viajantesemmala)

Advertisements