Qual a abordagem que eu utilizo como psicóloga?

 iStock_000008183124XSmall(2)

 (Fonte da foto: http://www.examiner.com)

Algumas pessoas já me perguntaram sobre a abordagem que eu utilizo como psicóloga e prometi que colocaria aqui uma breve explicação (não sei se ficou tão breve, mas vamos lá…rs)

O nome da teoria que eu utilizo é: TERAPIA COGNITIVO-COMPORTAMENTAL (TCC)

Ela foi criada na década de 60, por um psiquiatra chamado Aaron T. Beck. Ele é considerado o pai da Terapia Cognitiva. Inicialmente ele trabalhava com psicanálise, mas percebia que seus pacientes não melhoravam tão rápido quanto ele esperava. Aí ele criou essa teoria que é muito utilizada nos EUA e que já possui várias vertentes.

Ele tem 92 anos e é esse senhorzinho de gravata borboleta aí da foto 🙂 Ele ainda é VIVO e possui um Instituto lá no estado da Pensilvânia, que é comandado pela filha dele (Judith) que é essa com o microfone (na foto). Ele está na minha WISH LIST e espero em breve conhecê-lo 😉

Judith_Aaron-Beck

(Fonte da foto: http://www.beckinstituteblog.org)

Algumas informações úteis sobre a TCC:

 

* Dentre as diversas abordagens psicológicas disponíveis no mercado, ela é uma das que mais apresentam estudos cientificos comprovando a sua efetividade e eficácia.

* Este tipo de terapia é mais breve, focada na resolução de problema (portanto, mais objetiva) e trata diretamente os sintomas.

* É uma terapia que baseia-se no presente, mas que utiliza o passado para analisar padrões comportamentais e erros cognitivos (distorções cognitivas) que foram aprendidos pelo sujeito e que causam dor e sofrimento.

* O terapeuta trabalhará sempre percebendo o paciente como resultado de uma tríade: pensamento, sentimento e comportamento.

* É um tipo de terapia mais ativa, onde paciente e terapeuta trabalham em conjunto. Muitos livros se referem a este tipo de terapia como “a terapia da conversa”.

* Durante a sessão, o terapeuta utiliza-se de técnicas (e as ensina ao paciente) a fim de que este melhore de seus sintomas e que possa utilizá-las no futuro, sem a intervenção do terapeuta.

* O paciente pode ser atendido apenas pelo terapeuta ou pode ser visto também por um psiquiatra, para a introdução de alguma medicação (isso sempre é conversado com o paciente e avaliado a sua necessidade pelo terapeuta).

* A TCC é um tipo de abordagem que não serve para todo mundo, pois alguns pacientes preferem um estilo mais passivo de terapia, onde só o cliente fala e o terapeuta escuta. Se este for o seu estilo, FUJA da TCC 😉

* O tratamento pode ser individual, de grupo, família ou casal. Atende crianças, adolescentes, adultos e idosos.

Segue a lista de alguns problemas e doenças que podem ser tratadas com êxito a partir desta abordagem:

• Depressão

• Ansiedade

• Fobias (medos). Incluo aqui os medos de: dirigir, de avião, de dentista, de falar em público, de médico, de barata, de falar inglês, tirar sangue, etc

• Manejo do estresse e/ou da raiva

 

 

 

Se alguém tiver alguma pergunta ou quiser alguma indicação de terapeutas dessa linha na sua cidade, por favor, mandar mensagem privada.

Advertisements

4 thoughts on “Qual a abordagem que eu utilizo como psicóloga?

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s